sexta-feira, 25 de junho de 2010

A fúria de Perseu

"Release the Kraken!" Essa é a melhor frase e melhor situação. Isso é tudo que Fúria de Titãs pode te dar, mais nada. Aliás, o nome do filme deveria ser Fúria de Perseu, pois é o único, em todo o período, que realmente se mostrou chateado, descontente, pois o resto, só participou. Acho que o problema está no tal 3D. Devem pensar assim:"Ah, o filme já é diferente, então não preciso caprichar não...". Não é possível, meus caros! Ou eu, de cinéfila passei a doida. Só sei que o mesmo desapontamento de Avatar percorreu meus ossos. Tudo acontece muito rápido! Perseu chega para sua nova família e vira um fofo, bolado mas fofo; a família morre, ele fica mais chateado ainda, descobre que é filho de Zeus - que aliás, faz sua aparição brilhando mais que  um "carro alegórico", impedindo a leitura da legenda; e Hades chega, esturrisca Cassiopeia com o fogo do inferno, e a coruja é "mencionada", para a tristeza de Marido, e jogam um pedaço de pau, que depois percebi que era um metal, Perseu não quer, então jogam Pégaso, e "Pégaso era branco, minha gente!", diz Marido já no desespero, e Draco é tudo de bom também, e Medusa está lindíssima, enfim, pernas pra que te quero. Que sufoco! Só sei que valeu pelos Titãs, que são objetos de fascinação e admiração até os dias de hoje, porque, de resto... Na boa, espere chegar às locadoras... Depois não vá dizer que não avisei, hein?!

Um comentário:

*MARCIA E CARLOS* E LINDAS MENSAGENS disse...

OI TUDO BEM ESTAVA NAVEGANDO E PASSEI PELO SEU CANTINHO E FIQUEI ENCANTADO COM SEU BLOG E ME TORNEI SUA SEGUIDORA E GOSTARIA DE OFERECER UM SELINHO ESTA POSTADO NO INICIO DO MEU BLOG ESPERO QUE GOSTE BJOS