quinta-feira, 26 de maio de 2011

Dia Nacional da Adoção


















É isso mesmo. Um enorme vazio. Não há o que comemorar já que a evolução nesse setor anda de carona e segue por onde o motorista decide. Há muito a ser feito, desde a conscientização da mãe que não quer seu filho e vê como a única opção jogá-lo na lixeira, a preparação de uma família em uma Adoção Tardia, com o objetivo de excluir a desistência e, consequentemente, a devolução da criança - que acontece.

Um comentário:

Gabriela disse...

Muito bom seu blog ja estou seguindo abraços
http://blogandodemadrugada.blogspot.com/